Del.icio.us | Perfil | Contato

Carregando...

quinta-feira, outubro 19, 2006

Demagogias quanto a ganhar dinheiro na internet

Como vocês sabem eu sou um leitor voraz e leio muita coisa. Assim como leio muita coisa boa, leio muita porcaria também. E dentro da minha jornada rumo ao conhecimento online eu me deparei com o blog do Bruno Torres. Ao ler os artigos, muitos artigos bons, bem explicativos, com um conteúdo direcionado a programadores, etc... porém cai na besteira de ler um artigo sobre ganhar dinheiro com blogs que ele redigiu. Então, resolvi fazer desse post, um post análise sobre a oportunidade de ganhar dinheiro na internet com a utilização de blogs, através de uma análise detalhada desse post do Bruno Torres. Portanto se você não se interessou pelo "issue" do tópico, salve o seu tempo e vá por outros oceanos virtuais de conhecimento.

Eis o endereço do post:

Ganhar dinheiro com o que você faria de graça:

Mas, se tem uma coisa que eu posso dizer — e acho que serve como dica para qualquer um que esteja entrando no mundo dos blogs — é que hoje ganho dinheiro com algo que eu faria (e fiz, por bastante tempo) de graça.


Esse parágrafo tem um elo com o que foi dito por mim no meu post Webmaster? Será? o qual eis a citação:

(...) recomendo você a só fazer sites sobre o que goste. Imagine que gerenciar um site que você gosta, as vezes cansa pra burro, imagina uma coisa que você não goste. Tudo o que você faz que você gosta tende a perfeição. Esse clichê (lugar-comum) é mais velho que andar pra frente, mas é axioma total.


Ou seja, até aqui nada demais. Faça um site/blog sobre o que você faria de graça, no sentido de gostar do que faz. Ou seja, o Bruno quis dizer: Você tem que gostar. Tem que ser um divertimento (você faria de graça, uma vez que é tão bom). Um clichê necessário.

Depois de introduzir o tema ele diz:

O que estou querendo dizer — e não é a primeira vez que digo — é que, se você estiver começando um blog (ou qualquer outro empreendimento) simplesmente para ganhar dinheiro, as chances de fracasso são muito grandes.


Aí começam os elementos demagógicos que falei. Começar um empreendimento (montar um site) visando lucro, dinheiro, verdinhas, bufunfa, caraminguás (como diria o Carlos) não é vergonha pra ninguém. A maioria dos profissionais (ou que se julgam tais) de internet, tem essa extrema preocupação de evitar e afastar qualquer vínculo com o lucro. [Gostaria de pausar o raciocínio pra falar: "Gente, visar o lucro não é crime. O Direito Empresarial encherga claramente a figura do lucro quando fala de sociedades empresárias e sociedades simples. Se não visar lucro, é associação, e não sociedade (ou indivíduo). E no caso, ter um site/blog, na minha visão é ter (análogamente) uma sociedade simples, pois o objeto dela pode ser o lucro, porém é uma atividade artística, literária ou meramente intelectual. Então povo, parém com esse preconceito bobo de que ninguém pode montar um site/blog visando o lucro. Pode sim. Não há porque você condenar o webmaster a gastar o seu tempo e morrer de fome para desenvolver um projeto. Não é feio, pior, montar um site para tal."]

Continuando o post dele ele completa:

Eu mesmo já comecei blogs simplesmente pra ver se conseguia ganhar algum dinheiro a mais. Caí nessa armadilha. Pergunte se algum deles deu certo, se consegui me manter motivado a escrever e dedicar meu tempo a eles. Claro que não. Estão jogados às traças. Não tinha paixão na jogada…


Bem, não é porque não deu certo com ele que não pode dar com quem tem em mente ganhar dinheiro. Tanto, que ele reconhece essa possibilidade e diz uma frase que põe por terra todo a construção anterior do raciocínio, porém mesmo assim se mostra incrédulo com relação a isso:

Claro que existem excessões. Se você for extremamente dedicado, pode ser que atinja pelo menos em parte seu objetivo.


E reafirma sua posição incrédula:

Mas é praticamente impossível que algo feito por alguém que queira simplesmente ganhar dinheiro tenha uma qualidade igual ou superior a algo que tenha sido feito com paixão, por motivações que vão além das verdinhas.


Depois ele tenta justificar a presença dos anúncios publicitários em seu blog:

Sou a favor da monetização dos blogs. Acho que todo mundo tem direito de ganhar dinheiro com aquilo que escreve. Eu mesmo nem penso em deixar de exibir anúncios por aqui. O dinheiro que ganho com este blog vai bem além de simplesmente cobrir os gastos com domínio e hospedagem. Pelo contrário, paga muito bem as horas que uso lendo, pesquisando e escrevendo.


Ele conclui o post dizendo que continuaria a blogar mesmo se fosse obrigado a retirar os anúncios do seu blog. Querendo dizer com isso, que não é o dinheiro quem o motiva a blogar. E sim o prazer de blogar.

Lendo isso eu pensei: "Ele está certo"
E na verdade esse post é quase o mesmo que o meu
Webmaster? Será? reafirmando as posições de que você tem que gostar do que faz e tudo mais. Então onde está o elemento demagógico?

Querendo ou não, sabemos que Dinheiro é fundamental. Sabemos que por mais que quando escolhemos um curso pra prestar vestibular, escolhemos um curso que temos afinidade, o elemento DINHEIRO (Retorno Financeiro) que o curso dará quando formarmos ainda pesa muito. Tanto, que se você parar pra olhar 75% dos alunos de cursos como Direito e Medicina só pensam em Dinheiro. Querer falar para você: Não faça uma coisa só pensando no dinheiro, pois isso não dá certo, é pura demagogia. Estamos todos os dias fazendo coisas pensando em dinheiro.

Agora, esse parágrafo não responde ainda, onde está o elemento demagógico do Bruno Torres com esse post.

Bem, ao navegar por outros posts eis que vejo o seguinte post:

Promoção: Hospedagem no dreamhost por metade do preço

Nesse outro post (calma não vou analisá-lo também hehehe) ele diz que está oferecendo um cupom de desconto de 50% de um plano de hospedagem do Dreamhost. Ele confessa que ganhará U$37 por cada assinatura, e assume que se não fosse remunerada, ele não ia fazer essa divulgação de forma tão enfatizada. Bem, qual foi o objetivo desse post que não o de ganhar dinheiro? Já que ele não visa o lucro (principalmente) porque ele não fez um ato de puro altruísmo, e companheirismo com a comunidade Bloguista e deu os U$97 de desconto ficando com nada? Ele não perderia nada perderia? Ajudaria as pessoas que lêem o seu blog, e daria uma lição. Porém, ele vendeu isso por U$37. Está ele errado? Não. Porém não me venha dizer que o lucro não é o principal objeto do blog e não me venha com essa de: "Ganhar dinheiro fazendo o que você faria de graça" que comigo essa não cola!

Em homenagem ao Bruno Torres, o próximo post será sobre o Dreamhost enquanto E-Opportunity. E inaugurarei uma TAG chamada Estudos de Casos, onde vou analizar vários sites/blogs em vários aspectos. O do Bruno foi analizado em questões ideológicas. Outros serão por outros aspectos, como design, técnica, línguagens utilizadas, SEO utilizado, estratégia de marketing, blackhating, etc...

Gostaria de dizer que continuo recomendando o Bruno Torres enquanto bloguista, e que esse post não tem qualquer objetivo de recriminá-lo, ele (o post) busca apenas fazer um estudo de caso e demonstrar a minha teoria.


Abraços


4 comentários:

Bruno Torres disse...

Bem interessante sua análise. Acho que nem eu percebi que havia uma ponta de demagogia nos posts.
Mas devo dizer que tanto um quanto o outro estão dizendo verdades.
Realmente bloguei por muito tempo sem ganhar nada (diretamente, claro) e continuaria fazendo se fosse necessário.
Quanto à dreamhost, é mais ou menos como o firefox. Eu recomendo mesmo que não ganhe nada, mas se puder ganhar, melhor.
Gosto de dinheiro, ora. Nunca disse o contrário. Simplesmente prefiro ganhar dinheiro fazendo o que gosto (e, consequentemente faria de graça) e recomendando produtos e serviços que eu uso e gosto do que com coisas que não me tragam prazer algum.
Dinheiro é fundamental e eu já ganhei e ainda ganho dinheiro fazendo coisas que não gosto, infelizmente.
Ganhar dinheiro somente com aquilo que eu faria de graça, pelo menos por enquanto, é apenas uma meta.
É isso aí. Espero o post sobre a dreamhost como e-opportunity. Na verdade, é o que mais me gera renda no blog hoje e vale muito a pena, caso o seu público se interesse pelo produto.
Vamos em frente. Parabéns pelo blog e muita sorte e lucro...

theMage disse...

Olá Simon,

Sabe, penso que quase todos os profissionais de internet já pensaram, numa ou noutra altura, se é possível ganhar dinheiro com os seus sites. Ou que sites fazer para ganhar dinheiro.

O mesmo se passa regularmente em relação a empresas. Numa altura ou outra da vida pensamos em criar uma empresa que nos deixará ricos.

Mas com a web, como com as empresas, a questão que temos que colocar não é quanto dinheiro vamos ganhar, mas que necessidades estão por satisfazer, que nós sabemos como e gostariamos de satisfazer.

O dinheiro não muda de mãos porque sim. Muda de mãos porque existe uma necessidade que é satisfeita.

No caso dos bloggers, que pretendem ganhar dinheiro apenas com as receitas de publicidade nos seus sites, a necessidade que estão a tentar colmatar é a do espaço publicitário, que outros querem comprar, por forma a divulgarem os seus productos e serviços.

Mas para criar esse espaço publicitário é necessário que se satisfaça outra necessidade. A necessidade de informação de outras pessoas.

E a internet é um meio muito permiável. Sempre que satisfaz as necessidades de informação de outras pessoas, a probabilidade de ser recompensado por isso, com mais tráfego, com links e de várias outras formas que aumentam o seu tráfego aumenta, e com isso acabará por aumentar o espaço disponível para mostrar publicidade, e o valor dessa publicidade.

O dinheiro acaba por ser uma consequência de satisfazer necessidades. É assim na Web e é assim na vida real.

Um abraço,

S. disse...

Uma palavra resume o que o seu comentário foi:
Perfeito!

Obrigado por ter lido o meu post ;),

Simon

Roberta Bellotti disse...

Muito interessante o teu post, gostaria de deixar mais uma dica, para todos aqueles que passam o dia inteiro conectados na Internet, de como para ganhar dinheiro com disso.
Quando me conecto, utilizo o discador da Inteligweb, onde posso ganhar até R$ 0,45 por hora, além de ter uma velocidade de internet banda larga, aí posso trocar por mercadorias em vários estabelecimentos, tipo no Pão de Açúcar, Extra, por assinaturas de revistas da Editora Abril etc.