Del.icio.us | Perfil | Contato

Carregando...

sábado, dezembro 23, 2006

Feeds Completos ou Incompletos? Eis a questão.

RSS FEED Quebrado/incompletoA utilização de Feeds se mostra uma forma muito eficaz de fidelizar leitores. A comodidade do usuário ter acesso à todas informações, que ele tem interesse, a partir de um agregador é um fator que possibilitou, talvez, a expansão dos processos cognitivos na internet. Assim como esse elemento aumentou a facilidade de acesso à informação, ele traz consigo dois possíveis elementos negativos: o Abuso do uso de Feeds e o abandono do site por parte do leitor.
Como abordei anteriormente, um dos segredos do SEO, está alicerçado na qualidade do conteúdo que o site/blog oferece. Um bom conteúdo é visto com bons olhos tanto pelos mecanismos de busca, quanto por outros sites/blogs. A partir de um bom artigo outras pessoas linkam para o seu artigo (ou próprio site/blog). Essa prática já vimos que se chama Link Bait.
Porém não só os mecanismos de busca, e outros webmasters, visam esses elementos textuais. Spammers também visam os feeds como forma de abastecer seus sites spammicos com conteúdo de alto valor em termos de qualidade. Vimos no artigo anterior o fenômeno spâmmico chamado Scraping, no qual os spammers, ao se utilizar de scripts dinâmicos (seja um php próprio, ou até mesmo plataformas fáceis de operacionalizar, como o Wordpress) capturam o conteúdo a partir do RSS/Feed do site (arquivo XML) e o disponibiliza com banners e links de afiliados.
Já o segundo elemento, que se constitui no possível abandono do site por parte do usuário, tende a desestimular o webmaster/blogger, uma vez que grande parte do incentivo à produção intelectual reside nos ganhos advindos da publicidade do site/blog. A única remuneração, que o blogger/webmaster obtém, é aquela advinda dos ganhos com a cessão de espaço no seu projeto para a exibição de banners de afiliados/patrocinadores. Com a utilização de Feeds completos, o usuário tende a não acessar o site, pois o agregador disponibiliza na íntegra o conteúdo do post (seja um artigo, notícia ou review de algum produto novo).

Então temos um dilema:
Devemos liberar o nosso conteúdo totalmente através de Feeds (possibilitando o conforto do nosso leitor), ou restringimos os Feeds a títulos ou meros snippets (pequenas descrições textuais)?

A resposta vai variar dependendo do seu site (blog) e nicho.

Se fizermos uma pequena pesquisa acerca de Sites de Notícias, sejam eles Brasileiros ou Internacionais, vamos perceber que nenhum disponibiliza feeds completos. Talvez o reconhecimento dos dois elementos negativos supracitados seja o fator determinante para a não liberação de feeds completos.

Se o site de notícias liberar o feed completo ele será amplamente prejudicado tanto com relação ao baixo índice de visitas que ele receberá (e os ganhos de portais de notícias, assim como de sites e blogs, são baseados na publicidade do seu espaço) quanto a concorrência em termos de visitantes advindos de Motores de Busca. A concorrência entre os sites que provêm bom conteúdo ia diminuir completamente, pois muitos sites iriam disponibilizar as notícias de forma desumana (porque o script faz dinamicamente, então o webmaster não despeenderia trabalho algum, ou seja, não tem como um editor de uma matéria concorrer com um scraper). Assim os sites deixariam de investir em bom conteúdo porque existiria uma externalidade positiva (uns sites de notícias iam esperar outros publicarem pra sugarem e exibir, ou seja, seria mais vantajoso esperar que outro produzisse a informação ao invés de produzí-la - Sempre existe o incentivo a não produzir nesse caso - Isso é teoria MicroEconômica). Ao trabalhar na composição de artigos úteis, outro absorveria o conteúdo e ganharia dinheiro às custas do site. A partir da diminuição da produção intelectual teríamos um colapso no processo de produção de conhecimento. (NOSSA, QUE DRAMA :S)

O fato é que a disposição de feeds completos é um elemento a ser tratado com cuidado.
A posição do AdSense for Feeds é uma sinalização na tentativa de fomentar o uso de feeds completos e eliminar o primeiro elemento negativo enumerado por mim. Porém o AdSense for Feeds está liberado apenas para os editores Norte-Americanos.
O E-Opportunities, a partir da semana passada adotou a postura de disponibilizar os conteúdos completos. O argumento que me fez tomar essa atitude é a minha necessidade de fidelizar leitores e o baixo índice de notoriedade que o E-Opportunities tem. Então a chance de algum scraper ver no E-Opportunities uma grande fonte de obtenção de conteúdo de qualidade é ainda muito baixo. (Quem disse que esse seu conteúdo é de qualidade? AFF... Convencido,hein?)

Então o meu custo benefício é ainda suportável em termos de utilização de Feeds Completos.

O E-Opportunities (e eu é claro) entrará em um pequeno recesso natalino e só voltará a partir do dia 25.

Para você que curte o E-Opportunities, um feliz natal, repleto de paz, harmonia e felicidade. E pra você que não curte também Língua.gif !

ho ho ho Natal-Papai Noel gif


3 comentários:

travelpeople disse...

Desejo um Feliz Natal!!!

Thássius Veloso disse...

O leitor que adiciona determinado blog em seu agregador de feeds com certeza já é fidelizado. Logo, merece um "que" a mais, que é o conteúdo por completo no rss.

Copiador Descarado disse...

De acordo com a minha pequena experiência, o leitor de feeds é o que menos clica em Adsense, mas pelo menos é um leitor fiel, ao contrário do visitante que vem pelo Google.