Del.icio.us | Perfil | Contato

Carregando...

segunda-feira, janeiro 15, 2007

Diferença entre Problogger e Sem-Nicho - Estudos de Casos

Ganhar dinheiro na internet através de sites e blogs significa abrir mão de ser ter um nicho pré-determinado e bem delimitado?

Não. Você pode traçar seu site sobre um determinado foco e ter sucesso, como pode ser um blogger sem nicho e obter sucesso também.

Talvez o maior expoente desse sucesso dos Sem-Nicho, seja o Blog do Cardoso de nome Meio Bit (o Meio Bit não é necessariamente um blog sem nicho, talvez o Carlos Cardoso fosse o melhor exemplo, mas vou usar o Meio Bit pela flexibilização que ele está sofrendo atualmente, já denotando a tendência de se tornar um blog sem nicho).

O Meio Bit é um Blog direcionado à variedades, desde tecnologia à notícias. O Cardoso tentou, por algum tempo dar uma certa limitação no campo de amplitude do Meio Bit, mas logo não conseguiu segurar as rédeas do Blog (Ver notícia do AdSense no MeioBit). Isso porque a própria plataforma (o Blog em si) é muito flexível. Ou seja, fica muito difícil, quase impossível, limitar o blog para focar só um determinado assunto. A gênese do blog foi justamente para ser um diário online, um livro, para a pessoa escrever sobre o que quiser.

Assim como existe o MeioBit, existe por exemplo, o CopiaCarbono. Se você visitá-lo hoje, terá um post sobre o iPhone, no topo um post sobre o que significam os números do CEP.

O que há de mau nisso? Bem, no caso talvez o post do iPhone pudesse ter uma qualidade maior se o CopiaCarbono fosse só sobre esse tema. Não por causa da pessoa que está escrevendo, mas sim pela própria cara do blog. Se fosse um blog sobre iPhone, pela própria natureza, teria que ser mais embasado (e eu não estou medindo a qualidade desse post em si, eu nem li, só estou usando o site como um exemplo pra elucidar o raciocínio).

Mas no caso vemos que ser Problogger não é ser Sem Nicho. É que as vezes, para se ter mais visitas do google, os Bloggers se usam da possibilidade de postar sobre assuntos que dão maior retorno (mais visitantes). Então a flexibilidade do blog sem nicho favorece o alcance de Buscas Temporárias (aquelas demonstradas no Movimento dos Sem Nicho

Porém, existem ProBloggers de nicho altamente definidos como o Hoctro's Place. O Blog do Hoctro é um blog que ensina os usuários do Blogger (esse do Google) a construírem hacks para o seu template. Ele é ProBlogger? É. Coloca anúncios do AdSense lá. Se remunera através disso. E nem por isso está lançando posts do iPhone.

Então não confundam Problogger com Sem-Nicho.


[Update]: O MeioBit, citado no artigo, não é de propriedade do Cardoso, e sim do Leo e do Luizdu. Para mais informações ver comentários.


6 comentários:

Frederick van Amstel disse...

Se você ler os artigos do Usabilidoido antes de falar sobre eles, verá que parto dos assuntos em voga (buscando é, claro amealhar visitantes), mas sempre para discutir meus assuntos de interesse (usabilidade, design de interação, etc).

S. disse...

A utilização do Usabilidoido como exemplo se deve pela característica do mesmo, de não ter um nicho pré-definido. O exemplo foi utilizado para elucidar o raciocínio, e não fazer um estudo de caso sobre o Usabilidoido em si. Essa parte deixa claro:
"(e eu não estou medindo a qualidade desse post em si, eu nem li, só estou usando o site como um exemplo pra elucidar o raciocínio)."
Ou seja, só utilizei o site, por possuir as características necessárias para elucidar a teoria. No caso, no início do post, deixei claro que "por exemplo, o Usabilidoido. Se você visitá-lo hoje, terá um post sobre o iPhone, e embaixo um sobre o Orkut." a grande questão girava em torno da amplitude de tema, descaracterizando a existência de um nicho definido. Nesse post também, faço referência á um post anterior, no qual deixo exposto que o não foco á um determinado tema, sinaliza que o site/blog não possui bons artigos. Porém, isso é um efeito sinalizador, e , também reitero que existem excessões. Ou seja, o Usabilidoido é uma delas, e tão é, que foi citado por mim no meu artigo. Não é de meu costume citar porcaria. A não ser quando é um estudo de caso, mas aí existe a tag rel="nofollow".

Acho que você leu rápido demais e não compreendeu o artigo. Ou talvez leu apenas, sem se contextualizar com o link bait (citações linkadas) realizado por mim.

No mais, muito obrigado pelo feedback, muita boa sorte para você com o Incubadora de Blogs (projeto o qual partilho do mesmo ideal) e com o Usabilidoido.

Forte Abraço,

Simon

Frederick van Amstel disse...

Eu achava que o Usabilidoido tinha um nicho bem definido: design de interação, mas se isso não ficou claro, falhei.

S. disse...

Após fazer uma análise crítica mais profunda sobre o seu site, pude concluir que o mesmo não é um site SEM-Nicho. Realmente, após você mencionar a expressão Design de Interação (a qual esse humilde indivíduo nunca tinha ouvido falar) consegui situar completamente todos os tópicos tratados pelo Usabilidoido. Então, felizmente, você não falhou, na tentativa de conduzir um projeto com o nicho Design de Interação. Vou editar o Usabilidoido do Post, pois ele (após uma análise mais profunda) não reflete o que eu queria exemplificar.
O Usabilidoido tem um nicho bem definido. Mas ter ou não um nicho bem definido não impactua no efetivo alcance do sucesso editorial. O que impactua no sucesso é a qualidade dos textos e das matérias. E nesse quesito o usabilidoido está efetivamente consolidado na internet brasileira.

P.S.: Gostaria de me retratar por mencionar o meu apoio ao Incubadora de Blogs, pois confundi o mesmo com o projeto de nome: Gardenal.org

corvo disse...

Primeiro: O Meiobit não é um blog do cardoso. O MB é um blog criado pelo Leo e Luizdu faz alguns anos já, com foco inicial em tecnologia, softwares, gadgets e internet (temas que continuam até hoje).

Conforme o site foi crescendo, outros editores foram sendo convidados, exemplo o cardoso.

Segundo: usar o Meiobit como exemplo de blog sem nicho foi péssimo! Acho difícil você encontrar um blog tão focado por aí. Você deve estar confundindo notícias que lá publicam com falta de foco. Note que todas elas são relacionadas com tecnologia, internet, grandes empresas, etc. Um exemplo que cairia bem foi justamente o que você descartou: CarlosCardoso.com

S. disse...

"(...)usar o Meiobit como exemplo de blogs em nicho foi péssimo!"

Parece que a associação á não possuir nicho é pejorativa. E isso não é verdade. O cerne da questão, ninguém compreendeu. O exemplo só ilustra a teoria. Mas se efetivamente, blogs que foram utilizados por mim para elucidar a explanação, não são compatíveis com a teoria, basta substituí-los por outros. Acho que o que fica, é a representação de uma idéia, e da utilização de um bom blog para conseguir solidificar o argumento.

A maioria dos comentários, foi no sentido de afastar qualquer tipo de ligação á um possível caráter sem-nicho, e esse afastamento me parece querer evitar algum rótulo pejorativo.

Acredito que ser rotulado como sem nicho não é descaracterizar ou desqualificar ninguém. Mas ou eu sou muito incompetente ao redigir o artigo ou está acontecendo uma enviesamento do artigo.

Se foi por insuficiência intelectual desse que vos fala, só me resta pedir humildimente desculpas.

E sinceros desejos de felicidades.